Portugal 0-2 Grã-Bretanha: Maria João Koehler derrotada pela número 11 mundial

Depois de Francisca Jorge ter dado boa réplica perante a número 74 mundial, acabando no entanto derrotada ao fim de apenas dois parciais, também Maria João Koehler não conseguiu superar o favoritismo britânico no primeiro confronto de 2018 frente à Grã-Bretanha.

A número três nacional, a representar as cores de Portugal pela 22.ª vez na carreira (estreou-se em 2008), tinha a difícil missão de ultrapassar a segunda tenista mais cotada a disputar a terceira divisão da Fed Cup, a número 11 mundial, Johanna Konta.

Atualmente na 747.ª posição do ranking WTA e a realizar o primeiro encontro oficial de 2018, a tenista portuense não teve argumentos suficientes para colocar em risco a vitória da oponente de 26 anos, acabando derrotada pelos parciais de 6-1 e 6-0 ao fim de 49 minutos.

A derrota de Maria João Koehler dá às comandadas de Anne Keothavong o segundo e decisivo ponto do duelo entre as duas seleções. Com o confronto já fechado a favor das britânicas, é tempo de se jogar o par. Neuza Silva optou inicialmente por escolher Francisca Jorge e a tenista portuense para encarar a dupla Katie Boulter e Anna Smith, podendo no entanto ainda haver alterações.

Francisco Semedo
A tirar a licenciatura em Turismo na Universidade Europeia, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.