Kathy Rinaldi assegura que Serena Williams “está pronta para competir”

Kathy Rinaldi

É grande a expectativa para o próximo fim de semana. Ausente do circuito há mais de um ano, Serena Williams vai regressar aos courts para defender as cores do seu país, em Asheville, na eliminatória do Grupo Mundial da Fed Cup que coloca frente a frente Estados Unidos da América e Holanda.

Em conferência de imprensa realizada esta quarta-feira naquela cidade pertencente ao estado de Carolina do Norte, Kathy Rinaldi assegurou que a campeoníssima norte-americana está pronta para ir a jogo.

“Serena é muito profissional e tem muito orgulho em jogar pelo seu país. Ela está a regressar agora, depois de ter dado à luz e até já disputou [em finais de dezembro] um encontro de exibição, o que é incrível. Ela estará pronta para competir”, afirmou a selecionadora norte-americana.

Do outro lado da barricada está a seleção holandesa, capitaneada por Paul Haarhuis, que chamou para este confronto Richel Hogenkamp (108.ª), Arantxa Rus (124.ª), Lesley Kerkhove (165.ª) e Demi Schuurs (32.ª do ranking de pares) — um conjunto sem estrelas e ciente das suas limitações, mas confiante que pode surpreender.

“Com que frequência é que vemos Serena perder para alguém que não esteja no top 10 ou no top 20 ou fora do top 100? As nossas probabilidades não são famosas, mas acreditamos que é possível. Somos claramente a seleção underdog e isso não mudaria mesmo que as nossas adversárias fossem outras quatro tenistas”, frisou Haarhuis.

Além de Serena Williams, a seleção norte-americana é formada por Venus Williams, CoCo Vandeweghe e Lauren Davis.

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade. Contacto: joaocorreia@raquetc.com