Roger Federer e as “invenções” que continua a apresentar: “É divertido e quando me divirto jogo melhor”

Roger Federer
Fotografia: Ben Solomon/Tennis Australia

Manda a tradição (e os contratos) que depois de vencer o Australian Open o campeão se dirija aos estúdios do Eurosport para uma das primeiras entrevistas. Assim o fez Roger Federer e durante a conversa com Mats WilanderBarbara Schett no programa Game, Schett & Mats houve declarações muito interessantes da parte do suíço.

A mais mediática talvez a garantia de que espera voltar a Melbourne no próximo ano, mas a meio da conversa o ex-tenista sueco perguntou ao recordista de títulos em torneios do Grand Slam o que é que se segue na lista de invenções e como é que chega a pancadas como a que hoje executou. A resposta foi, no mínimo, interessante:

É um processo. Às vezes ao fazer coisas parvas chegamos a um bom sítio. Começou com o SABR, em que o Severin me disse para apanhar a bola ‘muito mais cedo’ e eu disse ‘assim?’. Ele respondeu ‘não, não dessa forma, mas sabes o que quero dizer’ e com o tempo trabalhámos sobre isso. Às vezes preciso de inspiração ou de uma ideia ou pista dos treinadores. Também acho que posso fazer mais serviço-volley, mudar mais a velocidade como tenho feito no segundo serviço para depois voltar a acelerar, etc, porque tudo isto é divertido para mim e quando me divirto jogo melhor e fico mais inspirado.

Roger Federer – Australian Open champion and 20-time Grand Slam winner – is LIVE in our studio…The Australian Open was LIVE on Eurosport and Eurosport Player

Publicado por Eurosport Tennis em Domingo, 28 de Janeiro de 2018

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."