Caroline Wozniacki torna-se na quinta jogadora nascida na década de 90 a vencer um Grand Slam

Ben Solomon/Tennis Australia

Depois de conquistar este sábado o Australian Open e consequentemente o tão desejado regresso à posição cimeira do ranking mundial, Caroline Wozniacki tornou-se apenas na quinta jogadora nascida depois de 1990 a vencer um torneio do Grand Slam.

A primeira jogadora a atingir tal feito foi Petra Kvitova em Wimbledon 2011, ao vencer a russa Maria Sharapova por 6-3 e 6-4. A checa conseguiu ainda repetir este feito em solo britânico três anos depois, ainda antes de qualquer outra jogadora nascida na década de 1990 vencesse um Grand Slam. Na altura, depois de perder apenas um set com Venus Williams, venceu na final a canadiana Eugenie Bouchard por 6-3 e 6-0.

Depois de 2014, foi necessário esperar pelo torneio de Roland Garros de 2016, quando Garbine Muguruza venceu Serena Williams por 7-5 e 6-4. A espanhola acabou ainda por vencer um torneio do Grand Slam novamente no ano passado, ao triunfar na relva de Wimbledon.

Também no ano passado, Jelena Ostapenko e Sloane Stephens adicionaram os seus nomes à lista com as vitórias em Roland Garros e no US Open, respetivamente. Curiosamente, a letã foi mesmo a única a necessitar de três partidas para vencer o jogo decisivo.

No setor masculino, Juan Martín del Potro e Marin Cilic foram os jogadores mais perto de alcançarem este feito, ambos nascidos em 1988 (com uma diferença de apenas cinco dias) e com vitórias no US Open.

Diogo Leite
Licenciado em Gestão e com o Mestrado em Finanças concluído. É um apaixonado por ténis e padel. Adora conhecer tudo e todos dentro da modalidade, bem como estar a par das recentes notícias.