Masters Veteranos Peugeot: Adultos com garra de jovem já aceleram no Jamor

Masters Veteranos Peugeot 1o Dia

Ainda o sol entrava timidamente pela renovada cobertura do Centro de Alto Rendimento do Jamor e já dezenas de tenistas preenchiam os seis courts cobertos do complexo que este fim de semana acolhe a edição inaugural do Masters Veteranos Peugeot. O primeiro dia de competição contou com 26 encontros e para este sábado estão previstos 52.

De um lado, um contraste entre os traços históricos do icónico Centralito e as linhas dos mais recentes topo de gama da marca que dá nome ao Masters Veteranos Peugeot. Do outro, a entrada para um Centro de Alto Rendimento vestido a rigor para a ocasião. Quem se deslocar ao Jamor durante o fim de semana encontrará este cenário, que o convida a visitar o recinto e assistir aos encontros dos 52 participantes na luta pelos títulos de +35, +40, +45, +50, +55, +60 e +65.

Já dentro da “nave”, a competição. Todos lutam por um objetivo: sair do complexo com o troféu de campeão de uma das categorias. E durante todo o dia: a jornada, que arrancou às 11h, prolongou-se até depois das 19h e, apesar de ainda não ter sido decisiva, terá um papel fundamental nas contas que se fizerem no sábado — o dia que se “divide” em duas rondas da fase de grupos e em que se ficarão a conhecer todos os finalistas.

Poucas surpresas na pole position

Se de corridas se tratassem, diríamos que entre os carros que partiram na pole position foram poucos aqueles que se deixaram ultrapassar. Nas senhoras, apenas Isaura Faria (a melhor classificada em +40, que perdeu por 7-5 e 6-4 para Magda Leal) e Anabela Carlos (a primeira entre as inscritas em +55, que viu Maria Ferreira vencer por 6-3 e 6-1) perderam os duelos inaugurais. E nos senhores Jorge Almeida (+55) foi o único dos primeiros pré-designados a ser derrotado, ao ceder por 6-4, 1-6 e 10-8 frente a Luís Azevedo.

O que significa que Deolinda Duarte (+35), Célia Sá (+45), Isabel Pinto (+50), Isabel Cunha Eça (+60), Matthieu Garcia (+35), João Marques (+40), Nuno Delfino (+45), Pedro Martins (+50), Vítor Pereira (+60) e Manuel Rosendo (+65) venceram os seus primeiros encontros no Masters Veteranos Peugeot. Mas nada está perdido para aqueles que não celebraram na jornada desta sexta-feira: com dois encontros por disputar este sábado, tudo é possível. É essa é outra das razões pelas quais vale a pena espreitar a ação no Complexo Desportivo do Jamor.

Os quadros e resultados completos do Masters Veteranos Peugeot podem ser consultados na página da competição no Tietennis, parceiro tecnológico do RAQUETC.

Fotografias do primeiro dia (da autoria de Fernando Correia):

Ordem de jogos deste sábado, dia 13 de janeiro (utilize botões de navegação para aumentar/diminuir e alternar entre páginas):

Masters Veteranos Peugeot OOP 13jan
Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."