Roger Federer afirma que “a decisão sobre a terra batida é a mais importante da época”

Roger Federer
O ano de 2017 terminou com Roger Federer a conquistar sete títulos e na segunda posição do ranking mundial / Fotografia: Hopman Cup

Em 2017, Roger Federer não disputou qualquer torneio sobre pó de tijolo e a decisão acabou por se revelar (muito) acertada. E agora, para 2018, o suíço ainda não sabe o que vai fazer, mas numa entrevista ao jornal Le Parisien afirma que essa “é a decisão mais importante da época.”

Ao número 2 mundial, a jornalista Carole Bouchard perguntou se este ano passa pelos seus planos ir a Roland Garros, ao que Federer (campeão na terra batida de Paris no ano de 2009) respondeu:

Essa é a grande questão! A época de terra batida ocupa muito espaço. Se não a jogas, isso permite-te ter tempo para recuperares e preparares. Mas se a jogas, tens de abdicar de outra coisa. Estamos a discutir isto. É a decisão mais importante da época.

Recorde-se que, depois de uma grave lesão sofrida em 2016, Roger Federer regressou em “altas” ao circuito em 2017, ano em que “saltou” toda a temporada de terra batida, apesar de ainda ter encomendado bolas próprias do Major francês para preparar uma eventual prestação. Essa decisão acabou por se revelar muito acertada, com o helvético a regressar em força na relva, onde venceu os torneios de Halle e Wimbledon.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."