Rui Soares supera qualificação e vai estrear-se em quadros principais de torneios de 50.000 dólares

Rui Soares
Um mês de dezembro que continua a dar muitos "frutos" ao squashista português.

O mês de dezembro continua a ser de boas memórias para Rui Soares e o squash português no geral. Se em Manchester o número 1 nacional participou pela primeira vez num Campeonato do Mundo da modalidade (chegando mesmo ao quadro principal), em Islamabad fez esta segunda-feira a estreia em quadros de torneios 50.000 dólares.

Para chegar ao quadro principal do torneio de Islamabad, no Paquistão, Rui Soares (que era o primeiro cabeça de série fruto do 148.º posto que ocupa no ranking mundial) teve de derrotar Iqtidar Khan, por 3-0 (11-6, 11-5 e 11-2) e Waqas Mehboob (que chegou a ser top 125 mundial), por 3-1 (6-11, 11-6, 11-5 e 11-9).

Agora, o squashista português vai ter pela frente um jogador com quem cruzou caminhos precisamente no mundial de Manchester: nada mais, nada menos do que o egípcio Zahed Mohamed, número 24 do ranking e terceiro cabeça de série.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."