Fed Cup: Victoria Azarenka justifica em comunicado a sua ausência da final

A luta pela custódia do seu filho impossibilitou Victoria Azarenka de continuar a competir depois do torneio de Wimbledon. Deste modo, não foi com surpresa que o nome da tenista bielorrussa de 28 anos não apareceu no lote de convocadas para o derradeiro encontro da edição deste ano da Fed Cup.

Em comunicado divulgado esta terça-feira, a antiga líder do ranking justificou a sua ausência. “Não poderei fazer parte da final deste ano da Fed Cup. É desolador para mim não poder ajudar a Bielorrússia na final, mas, infelizmente, a situação de custódia tem feito com que me mantenha na Califórnia”, lamentou.

Azarenka, que venceu 21 dos 26 encontros disputados ao serviço da sua seleção, revelou que nem sequer marcará presença na Chizhovka Arena, em Minsk, para assistir in loco ao embate frente aos EUA. “Apesar de não ir a Minsk, o meu coração está sempre com o meu país e com a minha equipa. Irei torcer por eles à distância”, frisou.

A melhor tenista bielorrussa da história afirmou ainda que 2017 foi “um ano difícil”, mas também que está “ansiosa” para voltar a jogar em frente aos seus fãs em 2018. “Voltarei mais forte e melhor do que nunca!”, assegurou.

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade.