Wozniacki: “Ainda estou a tremer, é fantástico ter conseguido ganhar este troféu”

Sete anos depois de ter perdido a decisão do WTA Finals para Kim Clijsters, Caroline Wozniacki recebeu este domingo das mãos da belga o troféu de campeã da edição de 2017 do torneio, que conquistou graças a uma vitória em dois sets sobre Venus Williams.

Em declarações logo após alcançar a vitória, ainda antes da cerimónia de entrega dos troféus, a jogadora dinamarquesa de 27 anos não escondeu as emoções: “Ainda estou a tremer, é fantástico ter conseguido ganhar este troféu. Não podia estar mais contente.”

O encontro terminou com os parciais de 6-4 e 6-4, mas no segundo set Wozniacki teve uma vantagem de 5-0. Na mesma entrevista, a nova número 3 mundial revela que “pensava que estava tudo a correr muito bem, mas depois a Venus começou a jogar muito bem e eu só via as bolas a passar por mim e os jogos a fugirem. Só esperava que ela cometesse alguns erros e foi isso que aconteceu.”

Com “um troféu que significa muito para mim” em mãos, Caroline Wozniacki afirmou ainda que “depois de um ano difícil como o de 2016 por causa das lesões e tudo mais trabalhei muito para recuperar e este tem sido um ano fantástico. Significa muito para mim estar aqui a ganhar este troféu e quero agradecer a todos por todo o apoio.”

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."