Caroline Wozniacki ‘destrói’ Simona Halep e fica com a qualificação praticamente garantida

Fotografia: Jimmie48 Photography

Caroline Wozniacki dá-se bem com os ares de Singapura e os números que o digam: depois de perder apenas dois jogos no encontro de estreia no WTA Finals 2017, a tenista dinamarquesa voltou a não perder tempo em campo para derrotar a número 1 mundial, Simona Halep, por 6-0 e 6-2. A qualificação está já ali à porta e pode acontecer ainda esta quarta-feira.

À procura de um “final de ouro” para a temporada que a viu regressar ao mais alto nível e jogar sete finais, a ex-número 1 mundial mediu forças com a atual líder do ranking, Simona Halep, pela 6.ª vez — primeira em pisos rápidos desde 2015. Só que, ao contrário dos encontros anteriores (dos quais venceu três), o desta quarta-feira foi de sentido único e ao fim de 62 minutos estava encontrada a vencedora.

Tal como aconteceu frente à ucraniana Elina Svitolina na jornada de segunda-feira, Caroline Wozniacki apresentou-se muito sólida em campo, o que no caso da dinamarquesa é sinónimo de falhar muito pouco e devolver… Praticamente tudo. A isso, conseguiu acrescentar uma dose de agressividade que, combinada com uma certa apatia e falta de capacidade de resposta da adversária, resultou num encontro de sentido único, muito menos equilibrado do que inicialmente se previa.

Com apenas quatro jogos perdidos nos dois encontros já realizados em Singapura, a atual número 6 do ranking mundial volta a provar que se dá bem (muito bem) no Singapore Indoor Stadium: em 2014, naquela que era, até agora, a sua única participação no torneio desde que este se realiza na cidade-estado asiática, derrotou Maria Sharapova, Petra Kvitova e Agnieszka Radwanska, só perdendo para Serena Williams nas meias-finais e em pleno tiebreak do terceiro set.

Mais importante do que recordar o passado é olhar para os cenários de qualificação deste ano, e aí Caroline Wozniacki está mais confortável do que ninguém: os dois triunfos de hoje deixam-na em muito boa posição de avançar para as meias-finais, qualificação essa que pode ficar selada hoje mesmo caso 1) Elina Svitolina vença Caroline Garcia (nesse caso, a dinamarquesa será a primeira classificada do grupo) ou 2) Caroline Garcia vença em três sets; neste último caso, as posições certas ainda terão de ser determinadas na jornada de sexta-feira.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."