Regresso de Sharapova ao top 60 e entrada de Sabalenka nas 100 primeiras em destaque

As finalistas da quarta edição do WTA de Tianjin, na China, são as jogadoras em maior destaque na atualização do ranking desta segunda-feira, que não conta com qualquer alteração entre as 10 melhores tenistas da atualidade.

De regresso aos títulos mais de dois anos depois, Maria Sharapova subiu 29 lugares e está agora na 57.ª posição, isto graças à vitória conseguida sobre Aryna Sabalenka por 7-5 e 7-6(8) na final de domingo.

Se a russa está de volta ao top 60, a jovem bielorrussa de apenas 19 anos faz a estreia no top 100 mundial, ao escalar 26 posições para se fixar no 76.º posto, à frente de jogadoras como, por exemplo, Camila Giorgi (77.ª), Genie Bouchard (80.ª), Heather Watson (81.ª) e Francesca Schiavone (84.ª).

Destaque merecem, também, a norte-americana Jennifer Brady (que com as meias-finais em Hong Kong subiu do 70.º para o 60.º lugar), a sueca Johanna Larsson (de 89.ª para 79.ª) e a romena Mihaela Buzarnescu, que passou o qualifying do WTA de Linz e derrotou Belinda Bencic para chegar às meias-finais. Hoje, é a 89.ª do mundo, tendo subido da 105.ª posição para aparecer primeiro no top 100.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."