Fabio Fognini com ‘pena suspensa’ pelo comportamento no US Open

A Direção dos torneios do Grand Slam anunciou hoje, através de um comunicado, a decisão final relativamente ao caso Fabio Fognini. A ‘história’ teve início com a desqualificação do tenista norte-americano do US Open devido aos insultos dirigidos a um árbitro de cadeira durante o seu encontro da primeira ronda.

No comunicado, lê-se que “a Direção dos torneios do Grand Slam considera que o Sr. Fognini cometeu ofensas graves de comportamento e conduta agravados e contrários à integridade do jogo pela sua atitude no US Open 2017″.

Como resultado, “o Sr. Fognini será multado em 96.000 dólares (em adição aos 24.000 dólares de penalização que já pagou durante o torneio pelas ofensas), que serão reduzidos a 48.000 dólares se não se verificar mais nenhuma ofensa grave até e inclusive em 2019”.

Mas a decisão da direção dos torneios do Grand Slam vai ainda mais longe, sendo aplicada ao italiano uma espécie de ‘pena suspensa’: “o Sr. Fognini será suspenso de dois torneios do Grand Slam, um deles obrigatoriamente o US Open, a não ser que não se verifique mais nenhuma ofensa grave neste tipo de torneios até e inclusive em 2019.”

No mesmo comunicado, é ainda anunciado que “o Sr. Fognini aceitou e não vai apelar desta decisão, tendo expressado os seus remorsos pelo seu comportamento.”

O “Grand Slam Board” é uma entidade independente responsável por, entre outras funções, pelo estabelecimento e execução das regras dos torneios do Grand Slam, regulamentos e o código de conduta.

Comentários

comentário(s)

Gaspar Ribeiro Lança

gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC (“raquetecétera”). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, “primeiro estranha-se, depois entranha-se.”