Conchita Martínez: “Depois de tudo o que fiz não merecia sair de forma tão desrespeitosa”

Ao contrário do que primeiramente foi escrito, a decisão de afastar Conchita Martínez do cargo de capitã espanhola na Taça Davis e Fed Cup foi tomada de forma unilateral apenas pela Real Federación Española de Tenis. A reação da ex-capitã chegou, entretanto, através das redes sociais.

Num comunicado emitido após o anúncio feito pela entidade que rege o ténis em Espanha, Conchita escreve que “partilho com vocês a desilusão e desconforto com a RFET, que me informou esta tarde de que não conta comigo para a próxima temporada.”

“É muito ingrato tomares conta do barco quando há uma tempestade e livrarem-se de ti quando alcanças o compromisso e a tranquilidade”, continua a ex-campeã de Wimbledon, que também jogou finais no Australian Open e em Roland Garros. Desiludida com a atitude da nova direção, Conchita Martinez diz que “o ténis continua a não ser uma prioridade”.

No mesmo comunicado, a espanhola — que recentemente acompanhou Garbiñe Muguruza no torneio de Wimbledon, onde a agora número 1 mundial se tornou na primeira jogadora do país precisamente desde Conchita a erguer o troféu de campeã — admite que “depois de três temporadas peria esperar [que isto acontecesse] na Taça Davis, mas não na Fed Cup, onde as bases estavam totalmente definidas ao fim de cinco temporadas.”

Depois de agradecer a jogadores, restantes profissionais e aos adeptos que sempre demonstraram o seu apoio, Conchita Martínez termina o comunicado afirmando que “a minha motivação continua intacta, tal e qual desde o primeiro dia, e gostava de poder ter continuado, mas foi uma decisão unilateral por parte da RFET e considero que depois de tudo o que fiz não merecia sair de forma tão desrespeitosa.”

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."