Taça Davis. O play-off entre Portugal e Alemanha aos olhos de três especialistas

O play-off do Grupo Mundial da Taça Davis entre Portugal e Alemanha aproxima-se a passos largos: é já esta sexta-feira que se serve a primeira bola no Centralito e o fim de semana pode ser histórico para a equipa lusa, que procura garantir uma presença inédita na elite do “Campeonato do Mundo por Equipas”.

De forma a antever o encontro entre as “armadas” portuguesa e germânica, o RAQUETC convidou Miguel Seabra, Pedro Keul e Hugo Ribeiro — três jornalistas especializados em ténis — a partilharem as suas opiniões e aquilo que se pode esperar dos três dias de ténis no Jamor, onde vão estar em ação João Sousa, Pedro Sousa, Gastão Elias, João Domingues e os alemães Jan-Lennard Struff, Cedrik-Marcel Stebe, Yannick Hanfmann e Tim Pütz.

Antevisão de Miguel Seabra

Antevisão de Pedro Keul

Antevisão de Hugo Ribeiro (Ressalva do autor: “Mischa Zverev ainda nasceu na Rússia, só Alexander Zverev nasceu já na Alemanha, o que reforça ainda mais a minha opinião”)

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."