Ainda não foi desta que Inês Murta quebrou a “malapata” dos quartos de final

Inês Murta (580.ª) tinha esta sexta-feira uma boa oportunidade de chegar às meias-finais de um torneio ITF pela primeira vez desde dezembro de 2016, depois de ter sido derrotada nos quartos de final nos últimos três torneios que disputou antes de chegar a Hammamet.

Contudo, a jovem francesa Mylene Halemai, de apenas 16 anos e sem classificação mundial, deu seguimento ao excelente torneio que está a realizar, qualificando-se para as meias-finais com uma vitória por 7-5 e 6-3 frente à número 2 portuguesa.

A algarvia de 20 anos tem prevista participação no torneio que será jogado na próxima semana naquela localidade tunisina.

Já Halemai, que vem da fase de qualificação, tem encontro marcado com a britânica Emily Arbuthnott, a oitava cabeça de série, na ronda de acesso à final.

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade. Contacto: joaocorreia@raquetc.com