João Monteiro imparável confirma final 100% portuguesa na Beloura

BELOURA – Depois de Fred Gil, João Monteiro: o tenista portuense continua imparável e somou este sábado o seu 53.º triunfo na presente temporada, confirmando que o BTA Futures 2 vai ter uma final de singulares 100% portuguesa.

Na Beloura Tennis Academy, um palco que lhe traz boas memórias (foi aqui que se sagrou Campeão Nacional Absoluto em 2016), João Monteiro está a dar aqueles que espera serem os últimos passos no circuito Future — durante o Porto Open revelou ao RAQUETC a vontade de começar a apostar em Challengers. E a verdade é que a semana não lhe poderia estar a correr melhor.

Depois de derrotar Mor Bulis, Jacopo Berrettini e Pablo Vivero Gonzalez, o portuense de 23 anos (número 294 do ranking mundial) impôs-se sobre o turco Altug Celikbilek, 460.º na classificação e quinto cabeça de série, por 6-4 e 6-4, com um break a 5-4 a fazer a diferença no primeiro parcial e outro a 1-1 a ser decisivo para o desfecho do segundo.

Já com 3 títulos esta temporada e, mais do que isso, 53 vitórias em 2017, João Monteiro vai estar frente-a-frente com Fred Gil pela segunda vez na carreira (Monteiro venceu o único encontro). Esta será, também, a oportunidade do sintrense se estrear a vencer torneios de singulares na presente temporada, ele que tem como último troféu de campeão o do Open de São Domingos, em 2016.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."