Rafael Nadal recupera a liderança; Grigor Dimitrov nos dez primeiros

0

Decorreu, na passada semana, o Western & Southern Open, em Cincinnati. Na vertente masculina tem a categoria de ATP Masters 1000 e os finalistas do torneio foram Grigor Dimitrov e Nick Kyrgios.

No setor masculino existem vários destaques entre os dez primeiros do ranking. Rafael Nadal, que perdeu nos quartos-de-final, ocupou a primeira posição da hierarquia masculina, destronando assim Andy Murray. O maiorquino volta ao topo da tabela 9 anos e 1 semana depois de o ter atingido pela primeira vez.

Grigor Dimitrov foi o vencedor do ATP Masters 1000 de Cincinnati, o que lhe valeu o regresso ao lote dos dez primeiros. Até há cinco semanas atrás, quando esteve na décima posição por duas semanas, o búlgaro não figurava no top-10 desde 1 de março de 2015. Agora no nono lugar, a um posto da sua melhor classificação, Dimitrov mostra-se em grande forma.

Alexander Zverev cedeu na 2.ª ronda deste grande torneio mas atingiu a sua melhor classificação de carreira. O alemão subiu um lugar até ao sexto posto da tabela classificativa masculina. John Isner, semifinalista em Cincinnati, galgou cinco posições até ao 14.º lugar, ao passo que Nick Kyrgios, finalista vencido, está em 18.º depois de escalar cinco posições.

1. Rafael Nadal (Espanha), 7.645 pontos
2. Andy Murray (Grã-Bretanha), 7.150 pontos
3. Roger Federer (Suíça), 7.145 pontos
4. Stan Wawrinka (Suíça), 5.690 pontos
5. Novak Djokovic (Sérvia), 5.325 pontos
6. Alexander Zverev (Alemanha), 4.470 pontos
7. Marin Cilic (Croácia), 4.155 pontos
8. Dominic Thiem (Áustria), 4.030 pontos
9. Grigor Dimitrov (Bulgária), 3.710 pontos
10. Kei Nishikori (Japão), 3.195 pontos
(…)

14. John Isner (Estados Unidos da América), 2.425 pontos
18. Nick Kyrgios (Austrália), 2.325 pontos
51. Jared Donaldson (Estados Unidos da América), 928 pontos

Portugueses:

João Sousa teve uma excelente prestação no torneio de Cincinnati, terminando apenas na segunda ronda, depois de furar o qualifying. O melhor português no ranking ATP regressa hoje ao 50.º lugar, fruto de uma subida de quatro posições. Pedro Sousa continua a ser o segundo tenista com melhor classificação ATP mantendo-se na 125.ª posição. Gastão Elias subiu oito postos para 154.º. João Domingues é o 185.º, ao passo que Gonçalo Oliveira é o 241.º, um recorde pessoal. Estes quatro últimos tenistas vão disputar a fase de qualificação do US Open.

Também João Monteiro é destaque no ranking ATP, estreando-se esta semana no top-300 mundial.

Clique aqui para consultar o ranking ATP dos portugueses.

Comentários

Comentários