João Monteiro: “Gostava muito de jogar uma final aqui no Porto”

PORTO – De regresso à competição após duas semanas em que aproveitou para descansar e iniciar a preparação para os torneios de terra batida, João Monteiro volta à sua cidade para disputar o Porto Open.

O português, segundo candidato ao título no torneio portuense e que tem como adversário na primeira ronda o compatriota Gonçalo Falcão, falou ao RAQUETC sobre as expetativas para o torneio portuense e revelou que jogar a final seria um desejo.

“As expetativas são sempre ir o mais longe possível. Gostava muito de jogar uma final aqui no Porto”, começou por dizer o tenista de 23 anos que desde que voltou dos Estados Unidos da América não foi capaz de vencer nenhum encontro de singulares no Clube de Ténis do Porto (perdeu na estreia na edição de 2016 deste mesmo torneio e na terceira etapa do Cascais Next Gen Tour).

Por esta mesma razão, Monteiro considera o encontro de estreia como crucial. “Perdi na primeira ronda nos dois torneios que disputei aqui na minha cidade, por isso acho que o meu primeiro jogo é fundamental, mas claro que desejo muito poder jogar no domingo aqui”, comentou.

Francisco Semedo
Licenciado em Turismo e a tirar Mestrado em Ciências da Comunicação, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.