Há nove jogadores lusos a um passo dos quadros principais do Porto Open [inclui fotografias]

PORTO – O Porto Open vai ter nove tenistas portugueses a lutarem pela qualificação para os quadros principais do torneio, que este ano distribui 40.000 euros em prémios monetários e conta uma vez mais com o Clube de Ténis do Porto como palco da ação.

A abrir a jornada, Raquel Mateus tornou-se na primeira vencedora da variante feminina ao levar a melhor num embate 100% luso frente a Bárbara Balancho, por 6-1 e 6-0, e junta-se assim a Luísa Pelayo, Teresa Franco Dias, Sara Lança e Sara Neto na derradeira ronda do qualifying.

Já na competição masculina, os vencedores do dia foram Afonso Portugal (6-2 e 6-3 a João Guerra), Pedro Vide (6-7[4], 7-6[4] e 6-2 a David Canavezes) e Francisco Oliveira, que levou a melhor sobre Julian Contzen com parciais de 6-0 e 6-1. Na derradeira etapa está ainda o luso-brasileiro Henrique Osório, que ontem venceu o encontro da primeira ronda e viu o seu adversário seguinte desistir devido a lesão.

Para trás, ficaram Vasco Rasemann, Eduardo Cabral, Luis Gouveia, Afonso Cortez e Manuel Almeida, que não conseguiram voltar a vencer no histórico palco portuense.

Os derradeiros encontros de ambas as fases de qualificação serão disputados esta segunda-feira, dia 31 de julho, e a ordem de jogos pode ser consultada aqui.

Fotografias do dia:

Porto Open 2017 | 30-07-2017

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."