Roger Federer é o novo número três; Pedro Sousa, João Monteiro e Nuno Borges com máximos de carreira

0

Chegou ao fim mais uma edição do torneio de Wimbledon. O terceiro Grand Slam do ano sorriu a Roger Federer, que derrotou na final Marin Cilic. Depois de duas semanas intensas de ténis ao mais alto nível é tempo para uma atualização das classificações.

Nos dez primeiros classificados da hierarquia masculina houve bastantes alterações. Roger Federer ascendeu duas posições e ocupa esta semana o terceiro lugar do ranking, ao passo que Stan Wawrinka está agora na quinta posição. Dominic Thiem e Kei Nishikori subiram um posto na hierarquia e Milos Raonic desceu dois. Grigor Dimitrov regressou ao top 10 pela primeira vez desde 1 de março de 2015.

Sam Querrey, responsável pela eliminação de Andy Murray e semifinalista da edição deste ano do torneio de Wimbledon, subiu cinco lugares e está no 23.º posto da hierarquia. Gilles Muller, que saiu derrotado nos quartos-de-final pelo finalista croata, escalou quatro postos e está na 22.ª posição.

1. Andy Murray (Grã-Bretanha), 7.750 pontos
2. Rafael Nadal (Espanha), 7.465 pontos
3. Roger Federer (Suíça), 6.545 pontos
4. Novak Djokovic (Sérvia), 6.325 pontos
5. Stan Wawrinka (Suíça), 6.140 pontos
6. Marin Cilic (Croácia), 5.075 pontos
7. Dominic Thiem (Áustria), 4.030 pontos
8. Kei Nishikori (Japão), 3.740 pontos
9. Milos Raonic (Canadá), 3.310 pontos
10. Grigor Dimitrov (Bulgária), 3.160 pontos
(…)
22. Gilles Muller (Luxemburgo), 1.675 pontos
23. Sam Querrey (Estados Unidos da América), 1.176 pontos

Portugueses:

Os dois primeiros tenistas portugueses no ranking mundial, João Sousa e Gastão Elias, perderam posições na tabela. Sousa é agora o 63.º classificado na hierarquia e Elias é o 139.º. Pedro Sousa e João Domingues ganharam lugares figurando agora nos 150.º e 195.º lugares, respetivamente. Pedro Sousa encontra-se na sua melhor classificação de sempre. Gonçalo Oliveira é o 283.º, ao passo que João Monteiro é o 321.º classificado — o seu melhor ranking até à data. Frederico Silva perdeu 4 lugares e está na 347.ª posição. Nota ainda para Nuno Borges, que subiu 183 lugares para se fixar no 654.º posto (máximo de carreira).

Para consultar o ranking de todos os tenistas portugueses clique aqui.

Comentários

Comentários