A manhã seguinte de Roger Federer foi feita de entrevistas e “uma grande dor de cabeça”

0

Foi com “um ruído na cabeça” que Roger Federer se apresentou à imprensa no início de manhã desta segunda-feira. O tenista suíço regressou ao All England Club para as habituais entrevistas e sessão fotográfica poucas horas depois de ter celebrado a vitória em Wimbledon com amigos numa festa que lhe causou “uma grande dor de cabeça”.

“A minha cabeça está a andar à roda, não sei o que é que fiz ontem à noite. Devo ter bebido demasiadas bebidas diferentes”, brincou o tenista suíço de 35 anos na conferência de imprensa desta manhã.

“Depois do baile [o tradicional Baile dos Campeões, organizado pelo torneio de Wimbledon na noite após a final masculina] fomos a um bar e estavam lá 30 ou 40 amigos meus e divertimo-nos muito. Deitei-me às 5h e quando acordei não me sentia muito bem mas entretanto comecei a sentir-me melhor”, contou ainda o mais recente campeão do Major britânico, onde estabeleceu um novo recorde de títulos.

Depois de uma troca de tweets com Garbine Muguruza — que no dia anterior à final masculina já tinha expressado o seu desejo de dançar com Roger Federer –, o “novo” número 3 mundial contou ainda a razão pela qual a dança, que até tinha prometido na rede social, não aconteceu: “Não havia música e por isso a deixa para dançarmos nunca chegou. Estivemos juntos no palco mas não havia música, foi apenas para uma sessão fotográfica.”

Comentários

Comentários

COMPARTILHAR
Artigo anteriorGrelha principal do ATP 250 de Newport
Próximo artigoGrelha principal do WTA International de Gstaad
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."