Roger Federer é o segundo tenista na história a vencer Wimbledon sem perder um set

Números, números e mais números. Num dia como este, histórico, único, são muitos os registos que merecem ser assinalados e este é mais um: ao vencer Marin Cilic em três sets, Roger Federer tornou-se no segundo jogador da história do torneio de Wimbledon a sobreviver aos sete encontros sem ceder qualquer parcial.

O tenista suíço de 35 anos, que com esta vitória estabelece um novo recorde de títulos no All England Club (8), junta-se a Bjorn Borg, que em 1976 venceu o torneio na mesma condição.

E por falar nele, o sueco continua a ser, a par de Rafael Nadal (que este ano o igualou com a sua conquista em Roland Garros), o que mais vezes conseguiu terminar um torneio do Grand Slam sem ceder um único set. Fê-lo em Wimbledon 1976 e Roland Garros 1978 e 1980.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."