Gonçalo Falcão não facilita e segue para a segunda ronda

Sobe para três o número de tenistas português na segunda ronda do quadro individual do Open da Póvoa de Varzim, evento que tem prémios monetários de 15 mil dólares e que se estreia este ano no calendário de provas do circuito da Federação Internacional de Ténis.

Depois de Nuno Deus no dia de ontem e de João Monteiro já durante a jornada desta terça-feira, agora foi a vez de Gonçalo Falcão (1324.º) juntar-se aos restantes compatriotas, ao deixar pelo caminho sem qualquer margem para dúvidas o espanhol Javier Pulgar-Garcia (861.º), por 6-1 e 6-1.

O próximo adversário do tenista português de 29 anos, que recebeu um wild card para o quadro principal, é Frederico Silva (343.º) ou o norte-americano Winston Lin (724.º).

Francisco Cabral eliminado

O espanhol David Perez Sanz, que superou a fase de qualificação, será o adversário de João Monteiro na segunda ronda, na sequência da vitória averbada frente a Francisco Cabral, com os parciais de 6-1 e 6-3.

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade.