Padel: Open Carlsberg joga-se a partir desta quinta-feira em plena cidade do Porto

É já esta quinta-feira que tem início o Open Carlsberg, um dos maiores torneios de padel a ser organizado em Portugal. O evento, que se destaca pela grande qualidade — e quantidade — de jogadores inscritos mas também pela vontade de “promover o padel”, será jogado entre os dias 6 (quinta-feira) e 9 (domingo) de julho, em plena cidade do Porto.

Homologado pela Federação Portuguesa de Padel, aquele que é um dos dois torneios de categoria 10.000 (a par do Campeonato Nacional) a fazer parte do calendário oficial de provas divide-se entre 3 palcos: um estádio “principal” instalado na Praça D. João I, em plena baixa portuense, e os centros Top-Padel Industrial Indoor Center e Top-Padel Quinta do Fojo, com um total de 12 campos.

A iniciativa foi possível graças às parcerias com a Câmara Municipal do Porto e a Porto Lazer, e resulta numa das provas com prize-money mais elevado (5.000 na categoria de Masculinos 1 e 1.250 euros na categoria de Femininos 1), o que faz com que o Open Carlsberg atraia “várias duplas de top nacional e até mundial”, segundo declarações de Alexandre Sande, membro da organização, ao Porto Canal.

No total, serão 165 os pares, o que em termos de atletas únicos é o mesmo que dizer 330 jogadores. Entre eles, estarão “cerca de 40 do top nacional”, tais como os número 1 Diogo Rocha e Ana Catarina Nogueira, e “vários jogadores do top mundial”, entre os quais Borja Yribarren e Adrián Blanco.

Dividido, como aliás é habitual nas competições de padel, por vários escalões, o torneio vai “desde o praticante profissional ao amador”, sendo discutido nas categorias de M1, M2, M3, M4 e F1, F2, F3 e F4.

Está aí à porta o grande evento do ano, o Open Carlsberg !!Contamos com todos para visitarem os nossos atletas nos diferentes centros, nos próximos dias 6,7, 8 e 9!- Top-padel Industrial- Top-padel Quinta do Fojo- Estádio na Praça D. Joao INão percam esta oportunidade!Deixem-se contagiar

Publicado por Top-padel em Quarta-feira, 5 de Julho de 2017

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."