João Monteiro: “Têm de contar comigo porque estou num bom momento”

João Monteiro realizou esta quarta-feira o seu encontro de estreia no Setúbal Open, depois do título conquistado no passado domingo, em São Domingos de Benfica, na 2.ª edição do Open de São Domingos.

O campeão nacional absoluto enfrentou alguns problemas no joelho esquerdo durante a semana de competição em Lisboa e em declarações enviadas ao RAQUETC contou que ainda sente dores.

“Em princípio está tudo bem com os ligamentos, mas ainda sinto um bocado de dores”, afirmou o tenista português, que comparou de seguida as condições de jogo que encontrou no Clube de Ténis de Setúbal com aquelas verificadas na semana passada: “Senti o campo um bocado mais rápido que São Domingos e foi uma primeira ronda mais tranquila do que estava à espera. Ele [Jorge Hernando Ruano] é um jogador perigoso nestes pisos”.

No papel, João Monteiro é o terceiro cabeça de série. Questionado pelo RAQUETC sobre se se considera o principal favorito dado o seu excelente momento de forma (não perde um encontro em torneios Future há mais de um mês), o tenista luso de 23 anos rejeitou o estatuto de principal candidato ao título, mas deixa o aviso: “Não diria que sou o principal favorito, mas claro que têm de contar comigo porque estou num bom momento de forma no piso rápido, com alguma confiança”.

João Monteiro e Justin Roberts medem forças não antes das 17h30 desta quinta-feira, em jogo referente à segunda ronda do Setúbal Open.

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade.