João Monteiro emerge das profundezas e soma vitória sensacional

Aumentam as possibilidades desta 2.ª edição do Open de São Domingos contar novamente com um campeão português. É certo que Fred Gil já não poderá revalidar o título, mas pelo segundo ano consecutivo o torneio lisboeta de 25 mil dólares terá três tenistas portugueses nas meias-finais de singulares.

É preciso recuar até ao dia 20 de maio para encontrar a última derrota de João Monteiro (397.º) no circuito Future, dia em que perdeu nas meias-finais do torneio espanhol de Vic. Daí para cá, o tenista português sagrou-se campeão em Santa Margarida de Montbui (15 mil dólares) e esta sexta-feira qualificou-se para as meias-finais do torneio disputado no São João Ténis Clube, sendo que pelo meio foi derrotado na primeira ronda do Lisboa Belém Open (Challenger).

Para marcar encontro com André Gaspar Murta na penúltima eliminatória da prova, o que naturalmente garante desde já um tenista luso na final, João Monteiro deixou pelo caminho Gonzalo Escobar (451.º), com os parciais de 4-6, 7-6(6) e 6-3, depois de ter impedido que o equatoriano fechasse o encontro quando serviu a 5-3 na segunda partida e de ter anulado quatro match points no total (três no tie-break).

O Open de São João Domingos é o oitavo torneio Future realizado este ano em solo português e conta com o RAQUETC como media partner oficial.

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade.