Valladolid Open. Portuguesas derrotadas na primeira ronda do quadro principal

Terminou esta quarta-feira a participação do trio português no quadro principal feminino do Valladolid Open, torneio do World Padel Tour que distribui mais de 100.000 euros em prémios monetários.

Ana Catarina Nogueira, a melhor tenista portuguesa no circuito mundial (é a número 22 do ranking), perdeu na primeira ronda do quadro ao lado de Valeria Pavón, por 7-5 e 6-4 para Marta Ortega e Ariana Sánchez Fallada.

Sofia Araújo, por sua vez, realizou pela primeira vez na carreira um encontro num quadro principal de um torneio do World Padel Tour. A número 1 nacional ultrapassou a pré-prévia e a prévia para, ao lado de Silvia López Vidal, chegar à grelha, onde foi afastada por Sandra Hernández e Ana Fernández de Ossó (6-2 e 6-2).

A fechar o trio luso presente em Valladolid — na variante masculina não houve nenhum jogador a chegar ao quadro principal –, Filipa Mendonça, que também tinha passado pelas prévias, perdeu para Alba Galán e María Del Carmen Villalba por 6-1 e 6-2, tendo jogado ao lado de Ainhoa Rico Martín.

A próxima etapa do circuito mundial de padel é o Joma Murcia Challenger, em Múrcia, que arranca no dia 25 de junho.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."