Maly Thomas, jornalista assediada por Hamou: “Se não estivéssemos em direto tinha-lhe dado um murro”

0

Num dia marcado pelo infeliz episódio de Maxime Hamou, que tentou agarrar e beijar Maly Thomas quando esta se preparava para o entrevistar, a jornalista do Eurosport reagiu ao sucedido poucas horas após os acontecimentos que ficaram registados pelas câmaras e correram o mundo.

Em declarações ao Huffington Post France, a repórter classificou a atitude do jovem de 21 anos de “desagradável”, afirmando mesmo que se “se não estivéssemos em direto tinha-lhe dado um murro”.

Entretanto o tenista gaulês também acabou por avançar com o pedido de desculpas, através de declarações prestadas ao jornal L’Equipe. “Quero apresentar as minhas mais sinceras desculpas à Maly Thomas caso ela se tenha sentido magoada ou chocada pela minha atitude durante a entrevista”.

Comentários

Comentários