Samantha Stosur sugere que pode haver um boicote à Margaret Court Arena

0

De críticas e boicote a uma companhia aérea depois de esta ter demonstrado de forma oficial o apoio ao casamento entre pessoas do mesmo sexo a um artigo publicado em que condena a adoção de uma criança por parte de Casey Dellacqua e a sua namorada, o nome de Margaret Court anda nas bocas do mundo.

As reações aos comentários da ex-tenista australiana não tardaram, com quer tenistas, quer outros profissionais da área, quer a própria organização do Australian Open e da Margaret Court Arena a demarcarem-se rapidamente dos comentários de Court.

Samantha Stosur, uma das principais figuras do ténis australiano nos últimos anos, foi uma das primeiras jogadoras a fazer retweet à publicação de Dellacqua, que escreveu “Margaret, enough is enough” (numa tradução livre, “Margaret, já chega”), demonstrando o seu apoio.

Desiludida com os comentários de Margaret Court, Samantha Stosur afirmou que “não concordo definitivamente com o que ela disse, acho que o casamento entre pessoas do mesmo sexo deve ser permitido.”

E enquanto confessa parecer-lhe difícil que se proceda uma alteração no nome da Margaret Court Arena, “que foi assim apelidada pelo que a Margaret fez no ténis e nada mais”, a tenista australiana referiu que o que pode vir a acontecer é “os jogadores pedirem para jogar noutro court que não esse”.

Comentários

Comentários

COMPARTILHAR
Artigo anteriorVídeos: Foi “quentinho” o duelo entre Klizan e Lokoli
Próximo artigoJoão Domingues entra a ganhar em Vicenza
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."