Angelique Kerber entra para a história de Roland Garros pelas piores razões

0

Chegou ao fim a época de terra batida para a número 1 mundial, Angelique Kerber. Sem resultados merecedores de destaque nas últimas semanas, a tenista alemã saiu de Roland Garros na primeira ronda e entrou para a história do torneio francês pelas piores razões.

Sem confiança nas pancadas e muito distante do nível que em 2016 a levou às vitórias no Australian Open, no US Open e à prata nos Jogos Olímpicos do Rio, a jogadora alemã de 29 anos não conseguiu encontrar soluções para contrariar Ekaterina Makarova, que em 2015 chegou a ser número 8 mundial, e perdeu por 6-2 e 6-2.

Desta forma, Angelique Kerber tornou-se na primeira primeira cabeça de série de Roland Garros a cair na eliminatória inaugural desde que se iniciou a Era Open, no ano de 1968.

No final do torneio, a tenista alemã pode deixar a liderança do ranking WTA. Para isso, é necessário que Simona Halep (campeã em Madrid e vice-campeã em Roma) conquiste o título, do qual ficou à distância de uma vitória em 2014, ou, então, que Karolina Pliskova chegue à final. A verificar-se um desses cenários, o circuito terá uma nova número 1 mundial, dado que nem Halep, nem Pliskova passaram pelo primeiro posto.

Comentários

Comentários