Samantha Stosur derrota Daria Gavrilova em Strasbourg e mantém-se como número um australiana

0

Naquela que foi a primeira final WTA entre jogadoras australianas nos últimos doze anos, a mais velha Samantha Stosur bateu, este sábado, a compatriota Daria Gavrilova para conquistar o Internationaux de Strasbourg, em França.

A tenista de 33 anos, atual número 24 mundial, teve que puxar dos galões para levar a melhor sobre a jovem compatriota, vencendo com parciais de 5-7, 6-4 e 6-3 ao cabo de 2 horas e 46 minutos.

Numa primeira partida marcada por um elevado número de quebras de serviço (5), foi um break conquistado no 11.º jogo que permitiu a Gavrilova servir para fechar o parcial.

No segundo set ambas as tenistas revelaram-se mais consistentes nos seus jogos de serviço e os break points foram raros e, quando surgiram, foram sempre anulados quer por uma, quer por outra. Assim foi até ao 10.º jogo, quando Daria Gavrilova foi chamada a servir para se manter na discussão do parcial. Nesse momento decisivo, a mais jovem das australianas tremeu, oferecendo um break point que foi suficiente para Samantha Stosur vencer o set e forçar uma decisiva partida.

Com o jogo a entrar numa fase de maior emoção, ambas trocaram breaks nos primeiros jogos do derradeiro parcial, sendo que nova quebra de serviço apenas surgiu no 6.º jogo, com Stosur a quebrar o saque a Gavrilova e a dar um passo de gigante para a vitória que acabaria por surgir pouco tempo depois.

A vitória em Strasbourg marca a conquista do primeiro título da época – e nono da carreira – para a atleta nascida em Brisbane, que repete a vitória de 2015 e segura o seu reinado de 450 semanas como número um australiana – desde 6 de outubro de 2008, quando era 52.ª e Casey Dellacqua era 48.ª – que estava em risco nesta partida. Na atualização da próxima segunda-feira, Samantha Stosur vai surgir como a nova número 22 do Mundo, ao passo que Daria Gavrilova vai igualar o seu máximo de carreira no 24.º lugar.

Comentários

Comentários