Roland Garros: Pedro Sousa esteve a um ponto do quadro principal

0

Um dia que esteve a um ponto de se tornar num sonho, rapidamente se tornou no maior dos pesadelos. Pedro Sousa acabou eliminado na última ronda da fase de qualificação de Roland Garros, após ter sido afastado pelo russo Teymuraz Gabashvili, num encontro em que dispôs de dois match points no segundo set.

A jogar pela segunda vez na carreira o acesso a um quadro principal de um torneio do Grand Slam — a primeira foi em 2012 também em Paris — o tenista lisboeta acabou por não conseguir alcançar um feito inédito na sua carreira, ao ceder pelos parciais de 4-6 7-6(6) e 6-2 para o atual número 146 mundial.

Quanto ao rumo do marcador, o início nem foi o mais promissor, com o tenista russo a adiantar-se para 4-2. Contudo, a reação do número três nacional foi imediata, somando quatros jogos consecutivos para arrecadar o primeiro set.

No segundo parcial, foi também o tenista de 32 anos a conseguir primeiro o break logo no jogo inaugural, mas Pedro Sousa voltou a empatar a contenda, não havendo mais alterações de relevo no marcador até ao tie-break, que acabou por cair para o lado do tenista mais experiente, após o jogador luso desperdiçar dois match points.

Com os dois match points desperdiçados na cabeça, o português de 28 anos sentiu demasiado a perda do segundo parcial, algo que se revelou crucial no desenrolar do terceiro set, em que rapidamente se viu em desvantagem, não mais recuperando a liderança do marcador.

Esta derrota significa o fim de linha para o português na edição de 2017 do segundo Grand Slam da temporada, com um derrota que será certamente muito difícil de digerir. Quanto ao próximo torneio, deverá ser no circuito challenger, em Itália, mais concretamente em Vicenza, onde está inscrito no quadro principal.

Comentários

Comentários