Ex-campeão júnior do Australian Open considerado culpado por combinação de resultados

0

Oliver Anderson, de 19 anos de idade e campeão da edição júnior de 2016 do Australian Open, foi considerado culpado esta terça-feira num tribunal do estado australiano de Vitória por alegada combinação de resultados.

Em causa está o facto de o jovem natural de Brisbane ter perdido de forma propositada o primeiro set do seu encontro da primeira ronda do challenger de Traralgon, precisamente em Vitória, em outubro passado, antes de dar a volta e vencer esse embate da prova australiana (4-6, 6-0 e 6-2).

As consequências deste ato de Anderson passam pelo pagamento de uma multa de 500 dólares e também por ter de seguir bons comportamentos nos próximos dois anos, sendo que nesta altura a antiga vedeta dos tempos de sub-18 pondera mesmo nunca mais regressar à sua carreira como tenista profissional.

Comentários

Comentários