Lisboa Challenger: Portugueses sem sucesso na pré-qualificação

0

Oito duplas portuguesas entraram em prova na pré-qualificação do Lisboa Challenger, prova que integra o calendário do World Padel Tour e que se vai disputar em Lisboa até 28 de maio, acabando por nenhuma delas conseguir aceder à qualificação.

Tiago Santos e Pedro Plantier foram os primeiros portugueses a entrar em prova no Lisboa Challenger. A dupla portuguesa perdeu na 1.ª ronda da pré-qualificação, frente a Sérgio Bursa e Gerard Gras, pelos parciais de 6-3 e 6-3.

Nos encontros disputados já esta segunda-feira, no encontro 100% português, Francisco Neves e João Bastos derrotaram a dupla constituída por Hugo Lopes e Tomás Nunes, por duplo 6/1, marcando encontro na ronda decisiva frente a Javier Gonzalez e Rafel Mendez, acabando por ser afastados da última ronda da pré-prévia por 6-7(2) 6-4 6-2.

Nos restantes jogos com duplas portuguesas, Sebastião Mendonça e Bernardo Bastos cederam frente a Ignacio Otero e Richard Brooks por duplo 6-3, enquanto António Maria Nogueira e João Magalhães perderam por 6-3 e 6-2, contra Denis Perino e Federico Millan.

Já Rui Mena e Tomás Mendes não conseguiram levar de vencida Álvaro Vinuesa e Francisco Garcia, tendo perdido por 6-2 e 6-1, enquanto João Roque e Ricardo Martins caíram frente a Xavier Fraile/Julian Perez, por 7-6 e 6-3.

Com menos rodagem internacional, Pedro Araújo e André Maia cederam frente a Javier Gonzalez e Rafael Mendez por 6-1 e 6-0, enquanto João Caiano e João Magalhães cederam por 6-0 e 6-1 frente a Johan Bergeron e Bastien Blanque.

Esta terça-feira, o centro das atenções muda para o Clube VII onde se disputará a qualificação e o quadro principal, com início marcado para 24 de maio.

Vasco Pascoal/Miguel Oliveira e Diogo Rocha são os representantes portugueses no quadro principal da edição de 2017 do Lisboa Challenger, etapa que tem como 1.º cabeças-de-série, Marcello Jardim e Juan Lebrón.

Comentários

Comentários