Presidente da Federação Francesa de Ténis elogia decisão de Sharapova

0

Através do seu perfil do Facebook, o presidente da Federação Francesa de Ténis, Bernard Giudicelli Ferrandini, comentou a decisão de Maria Sharapova em recusar um wild card para os quadros principais de Roland Garros e Wimbledon, elogiando a postura da ex-número um mundial.

“Maria Sharapova anunciou que irá disputar a fase de qualificação em Wimbledon e não pedirá um convite. Esta é uma decisão honrada e que eu saúdo!”, começou por dizer o principal responsável pela Federação Francesa de Ténis.

“Jamais concederia um wild card a alguém que regressou de suspensão por doping. Nunca aceitaria um(a) jogador(a) que, independentemente do seu nível, tivesse descido no ranking após uma suspensão destas num quadro principal por intermédio de um convite em detrimento de tenistas que se mantiveram no circuito e a subir”, continuou Ferrandini.

“Tal como numa escalada, a posição numa corda é ganha passo a passo. É uma nova história que começa para ela e também para o ténis, pois toda a gente sabe que depois do castigo há um purgatório. Esta é a moral da história”, terminou Bernard Giudicelli Ferrandini.

Comentários

Comentários