ATP anuncia novas regras para o NextGen Finals, em Milão

0

2017 será a primeira temporada do Next Gen ATP Finals, uma competição “semelhante” ao Masters de final de ano mas para os melhores jogadores do mundo com 21 ou menos anos. A competição será realizada entre 7 e 11 de novembro, em Milão, e terá “regras inovadoras”.

Na conferência de imprensa realizada esta terça-feira em Roma, Itália, a Associação dos Tenistas Profissionais anunciou várias regras diferentes das que são utilizadas nos restantes torneios do circuito:

– Sets reduzidos: os encontros serão disputados à melhor de cinco sets de 4 jogos, e não 6, sendo que nos jogos não existiram vantagens mas sim pontos decisivos. No fundo, apesar do formato ser à melhor de cinco sets, “o número de jogos necessários para ganhar um encontro continuará a ser o mesmo que num encontro ‘normal’ à melhor de 3 sets: 12”, como diz a ATP.

– Redução do tempo de aquecimento: “os encontros vão começar exatamente 5 minutos depois da entrada do segundo e último jogador em campo, reduzindo-se o tempo de espera antes do começo de um encontro.”

– “Shot clock” para que os limites de tempo não sejam ultrapassados: a ATP vai implementar um relógio para utilizar entreos pontos, sets, nos medical time-outs e na entrada dos jogadores em campo, de forma a assegurar que os limites máximos de tempo não serão ultrapassados.

– Desaparecimento do “let”: no NextGen ATP Finals, o “let” não levará à repetição do serviço, “trazendo mais um elemento de imprevisibilidade ao começo dos pontos.”

– Coaching: “os jogadores e treinadores vão poder comunicar em certas fases do encontro (por determinar), aumentando o conteúdo e entretenimento que tenha valor para a transmissão. Os treinadores não poderão entrar em campo.

Comentários

Comentários

COMPARTILHAR
Artigo anteriorDireto: Pedro Sousa faz a estreia no Challenger de Bordéus
Próximo artigoLúcia Quitério arrasa terceira cabeça de série em Oeiras
Gaspar Ribeiro Lança

gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC (“raquetecétera”). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, “primeiro estranha-se, depois entranha-se.”