Nadal: “99% dos jogadores adoraria ter a má fase do Djokovic”

0

A poucas horas de defrontar Novak Djokovic (15h deste sábado) pela 50.ª vez na carreira — a primeira este ano –,  Rafael Nadal foi ‘alvo’ de diversas questões sobre esse duelo, na conferência de imprensa, após bater David Goffin. O espanhol, que está a viver uma época de terra batida irrepreensível até ao momento, não espera facilidades frente ao número dois mundial, apesar do ano que o sérvio está a realizar.

“Vai ser um jogo muito complicado frente a um dos melhores jogadores da história do ténis. Sei que para ter hipóteses tenho de estar a 100%. Penso que tenho vindo a jogar a um grande nível nas últimas semanas”, disse o maiorquino.

“Sei que amanhã será um daqueles dias em que caso não jogue muito bem terei poucas oportunidades de vencer. Acho que fiz o meu trabalho de casa. Amanhã será um dia para dar o meu melhor. Espero estar preparado para isso”, continuou.

Quando questionado sobre este período de menor fulgor de Novak Djokovic nos últimos meses, Nadal desvaloriza, afirmando que “99% dos jogadores adorariam estar na posição dele, pois quando falamos em abaixamento de forma, temos de analisar os números”.

Comentários

Comentários