Halep e Mladenovic entre as primeiras semifinalistas em Madrid

MADRID – Aos poucos, começa a ser conhecido o alinhamento das meias-finais do Premier Mandatory de Madrid, o Mutua Madrid Open, que viu a campeã Simona Halep abrir a jornada com uma vitória muito rápida e tranquila.

A tenista romena arrasou a norte-americana Coco Vandeweghe por 6-1 e 6-1 em apenas 59 minutos, num encontro que teve como ponto de maior destaque a curta e invulgar interrupção devido à chuva. É que, depois dos primeiros pingos caírem, as jogadoras pararam apenas por breves instantes, regressando depois ao jogo enquanto a cobertura do Estádio Manolo Santana era fechada. Um episódio pouco habitual e que não passou despercebido.

A próxima adversária da romena, campeã em título, será a letã Anastasija Sevastova, número 22 do ranking, que garantiu a presença nas meias-finais de um Premier Mandatory pela primeira vez na carreira ao derrotar Kiki Bertens, por 6-3 e 6-3, para dar sequência à muito boa série de vitórias em Estugarda, onde surpreendeu Samantha Stosur e, depois, a britânica Johanna Konta, número 7 do Mundo.

Em frente na jornada diurna desta quinta-feira seguiu também Kristina Mladenovic. A francesa (na Imagem), que era a única jogadora entre as quartofinalistas a já contar com um título no currículo este ano, somou o 26.º triunfo da época (por comparação, em 2016 só chegou às 25 vitórias no mês de setembro) ao levar de vencida a romena Sorana Cirstea em duas partidas, parciais de 6-4 e 6-4, num encontro em que se verificaram seis quebras de serviço (cinco dos quais no último set).

Atualmente no 17.º lugar do ranking WTA, Mladenovic está pela segunda vez na temporada e na carreira nas meias-finais de um torneio Premier Mandatory, tendo atingido a mesma fase em Indian Wells. O próximo encontro será já amanhã, mas a francesa terá de esperar pelo final da noite para conhecer a próxima adversária, dado que Eugenie Bouchard e Svetlana Kuznetsova medem forças no último duelo da noite, nunca antes das 21h30 de Madrid.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."