Djokovic espera ter novo treinador no máximo depois de Roland Garros

MADRID – Depois de uma vitória complicada, Novak Djokovic dirigiu-se à sala de conferências de imprensa do Mutua Madrid Open para analisar aquele que foi o seu primeiro encontro sem a anterior equipa técnica e, claro, abordar o assunto do momento.

Questionado sobre o estado da sua equipa, o jogador sérvio de 29 anos, número 2 mundial, disse que “idealmente, gostaria de ter alguém que vá de encontro ao perfil de uma pessoa que já tenha estado no meu lugar, que já tenha ganho torneios do Grand Slam. Mas não há muitas pessoas nessa condição, por isso é normal que as pessoas comecem a sugerir nomes.”

Sem poder falar mais sobre o assunto, Djokovic afirmou que vai “pensar” sobre quem quer na sua equipa, garantindo que, para já, “não tenho ninguém, mas penso que em Roland Garros, ou depois de Roland Garros, já vou ter.”

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."