Schiavone: “Houve uma altura em que nem conseguia vencer a minha mãe num jogo de cartas”

0

A cumprir a última de 19 épocas de uma ilustre carreira, Francesca Schiavone concedeu recentemente uma entrevista ao WTA Insider aquando da sua participação no WTA Premier de Madrid, onde admitiu, com boa disposição, que os seus últimos dois anos e meio foram de tal modo tão duros que até chegou mesmo a perder em jogos de cartas com a sua mãe.

“Passei alguns momentos realmente muito difíceis. Não conseguia vencer um único encontro. Nem mesmo num mero jogo de atirar a moeda ao ar ou a jogar às cartas com a minha mãe [risos]. Quando tu perdes, tu perdes no resto”, começou por afiançar a veterana tenista italiana de 36 anos.

Nas duas últimas semanas, contudo, a ex-número quatro mundial atingiu duas finais consecutivas nos WTA International de Bogotá e Rabat, tendo mesmo conquistado na capital colombiana o seu oitavo título da carreira.

“É fantástico para mim, significa que independentemente da tua origem, do teu ranking, da tua posição social ou da tua idade, tu podes conseguir. Esta foi a melhor sensação que senti no mês passado. E depois, claro, trabalhar no duro vale a pena”, atirou a campeã de Roland Garros em 2010.

Comentários

Comentários