Kerber estreia-se com vitória; Pliskova deixa-se surpreender e perde expetativas

0

MADRID – Um dia, dois destinos diferentes para as duas primeiras cabeças de série do quadro principal de singulares femininos do Mutua Madrid Open 2017. Angelique Kerber, a número 2 mundial, não brilhou mas avançou, enquanto Karolina Pliskova foi derrotada em dois parciais e perdeu as expetativas de fazer bons resultados em terra batida.

À procura do primeiro título na capital espanhola, Angelique Kerber entrou muito bem no encontro frente à checa Katerina Siniakova e venceu facilmente o primeiro parcial apesar de algumas quebras de concentração. Mas o encontro não haveria de ficar por aí, dado que, perante um court Manolo Santana inicialmente muito vazio, a número 37 do Mundo reagiu e aproveitou a quebra de rendimento a pique da alemã.

Muito longe dos seus melhores níveis, Kerber voltou a não conseguir partir por cima no terceiro e decisivo parcial, onde Siniakova aproveitou para se colocar na posição de servir para fechar o encontro. A experiência — ou falta de… — viria, no entanto, a fazer a diferença, com a alemã a revelar-se muito eficaz sob pressão para recuperar terreno no marcador com uma facilidade que não demonstrava desde o parcial inaugural.

Assim, a tenista alemã está na terceira ronda do Premier Mandatory de Madrid, que logo de manhã perdeu a sua segunda cabeça de série, Karolina Pliskova. A número 3 do mundo, vice-finalista do US Open, não conseguiu apresentar-se a um bom nível e deixou-se surpreender por Anastasija Sevastova que com os parciais de 6-3 e 6-3 em 1h18 somou uma das melhores vitórias da carreira.

Em conferência de imprensa, a jogadora checa de 25 anos não escondeu que “tinha expetativas muito altas para a temporada de terra, mas a partir de agora não vou esperar mais nada.”

Comentários

Comentários

COMPARTILHAR
Artigo anteriorOtite deve adiar estreia de Rafael Nadal no Masters de Madrid
Próximo artigoBill Gates admite nervosismo por ter partilhado o court com Federer
Gaspar Ribeiro Lança

gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC (“raquetecétera”). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, “primeiro estranha-se, depois entranha-se.”