David Ferrer evita dia negro para o ténis masculino espanhol

0

MADRID – A Espanha tem motivos para celebrar. Depois de um primeiro set algo atípico frente a Mikhail Kukushkin, David Ferrer provou que ainda é capaz de grandes recuperações e reservou um lugar na segunda ronda do ATP Masters 1000 de Madrid, fazendo as delícias dos muitos fãs que encheram as bancadas do court principal.

Depois das derrotas dos compatriotas Marcel Granollers e Guillermo Garcia-Lopez, o recente semifinalista do Millennium Estoril Open procurava tornar-se no único tenista espanhol a conseguir chegar à segunda ronda esta segunda-feira, mas a verdade é que o encontro não começou nada bem e Ferrer viu-se rapidamente a perder por 6-2.

No caminho da derrota, o espanhol “trintão” (soma já 35 primaveras) disse não ao desaire e deu início a uma recuperação que viria a ser bem sucedida: primeiro com a vitória no tie break do segundo set, depois com um break que ditou a vantagem e a vitória no parcial derradeiro, por 2-6, 7-6 e 6-4, para assim marcar encontro com o vencedor do duelo entre Andrey Kuznetsov e Jo-Wilfried Tsonga.

Comentários

Comentários

COMPARTILHAR
Artigo anteriorSimon derrota Monfils com resultado atípico
Próximo artigoBonito: Cilic e Raonic treinaram juntos 24h depois de se defrontarem numa final
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."