Bill Gates admite nervosismo por ter partilhado o court com Federer

0

Habituado a discursar diante de plateias com várias centenas de espetadores, o multimilionário Bill Gates, um dos fundadores da gigante Microsoft e atualmente o homem mais rico do mundo, publicou recentemente no seu blog (Gates Notes) um post sobre o momento em que disputou um encontro de cariz solidário com Roger Federer, em Seattle, no passado dia 29 de abril.

“Depois de tantos anos a fazer discursos, sinto-me bastante confortável nas minhas aparições em público. Contudo, no fim de semana passado [último de abril], fiz algo diante de milhares de espetadores que me deixou algo nervoso: joguei ténis [com Roger Federer]”, pode ler-se no espaço público digital do magnata norte-americano.

No mesmo post, Bill Gates, de 61 anos, diz ser fã do antigo número 1 mundial. “Sou um grande fã de Roger, pelo que a oportunidade de jogar ténis com ele foi um sonho tornado realidade. Mas, mais importante ainda, foi uma grande oportunidade para evidenciar o fantástico trabalho filantrópico que ele e a sua família estão a fazer”, escreveu.

Apesar de ser um praticante regular (e confesso adepto) de ténis, Bill Gates sublinha as diferentes sensações experienciadas. “Uma coisa é jogares com o teu treinador ou com amigos, outra é jogar frente a 16 mil pessoas numa campo de basquetebol [KeyArena]”, indicou, realçando ainda que se preparou devidamente para o jogo com o campeoníssimo suíço: “Ninguém quer assistir a um jogo em que os jogadores fazem duplas-faltas constantemente e devolvem os serviços para a rede. Por isso, na semana passada [antes do evento], passei bastante tempo a treinar”.

Comentários

Comentários