João Sousa: “Não deixaram que jogássemos tão bem como gostaríamos”

LISBOA – Não terminou da forma desejada o encontro de pares entre Portugal e Ucrânia, com a equipa visitante a conseguir a “surpresa” no terceiro encontro para manter viva a eliminatória que este fim de semana se disputa no CIF – Club Internacional de Foot-Ball, em Lisboa.

Em declarações após a derrota em quatro sets no encontro de pares, o único a realizar-se este sábado, João Sousa reconheceu que Artem Smirnov e Denys Molchanov “não deixaram que jogássemos tão bem como gostaríamos” num encontro em que “ficou demonstrada toda a emoção da Taça Davis.”

Ainda no court, antes da flash interview, João Sousa deixou elogios ao público que voltou a criar uma atmosfera eletrizante no CIF, fazendo também um “apelo” à adesão dos portugueses ao terceiro e último dia, que será decisivo para o desfecho da eliminatória.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."